A declaração de Bolsonaro foi dada para ministros e aliados pelo WhatsApp. A confirmação foi feita pelo deputado federal Otoni de Paula, que recebeu uma mensagem do presidente.

“Alerto que não compraremos uma só dose de vacina da China. Bem como meu governo não mantém diálogo com João Doria na questão do Covid-19”, afirmou o presidente.

Ontem (20), o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, afirmou, em reunião com governadores, que o governo federal compraria 46 milhões de doses da vacina chinesa e que a imunização começaria já em janeiro de 2021.

Também, em vídeo divulgado nas redes sociais pelo governador tucano de São Paulo, João Doria, Pazuello afirmou que a vacina chinesa seria a “vacina brasileira”.

 

 

 

 

 

 

Redes Sociais


Fale Conosco

Preencha os campos abaixo, e assim que possível entraremos em contato
Enviando...
Mariani 24h © Copyright 2021