O Partido Progressista (PP) ainda não encontrou um "nome" para manter a sigla na presidência da Assembleia legislativa da Bahia, caso não avance o projeto de reeleição do presidente Nelson Leal.

Enquanto articula internamente, o PP aguarda o parecer do Supremo Tribunal Federal, que deve emitir hoje (4), sobre a legalidade da recondução do senador Davi Alcolumbre à presidência do Senado Federal. Sendo assim, pode ocasionar um efeito cascata e atingir ao legislativo baiano.

O partido possui a maior bancada da casa com 10 deputados.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Redes Sociais


Fale Conosco

Preencha os campos abaixo, e assim que possível entraremos em contato
Enviando...
Mariani 24h © Copyright 2021