O Ministério da Educação (MEC) ainda não fechou o contrato para fazer a versão digital do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2020. Os custos também não foram definidos. De acordo com o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), a pouco menos de 60 dias da prova, o contrato ainda está em fase de finalização.

As provas digitais estão marcadas para 31 de janeiro e 7 de fevereiro, após a realização da versão impressa, que será em 17 e 24 de janeiro. Do total de 5,8 milhões de candidatos, 96 mil (1,7%) estão inscritos no Enem digital, que será feito pela primeira vez, em um projeto-piloto, nesta edição.

O Mec se reuniu com representantes do ensino superior após a polêmica sobre o retorno das aulas presenciais em universidades federais em janeiro de 2021.

Os representantes de universidades federais e particulares pediram ao ministro da Educação, Milton Ribeiro, a autorização para uso de ensino remoto até dezembro de 2021. A informação é do jornal O Estado de S. Paulo.

Na reunião, o ministro ouviu o pedido de todas as entidades e disse que iria avaliar. A medida faz parte de uma resolução do Conselho Nacional de Educação (CNE), que desde outubro aguarda homologação do ministro.

 

 

 

 

Redes Sociais


Fale Conosco

Preencha os campos abaixo, e assim que possível entraremos em contato
Enviando...
Mariani 24h © Copyright 2021