O Conselho Universitário, órgão deliberativo da Universidade Federal da Bahia, reafirmou sua posição de não colocar em risco a vida dos integrantes da comunidade no semestre letivo suplementar a iniciar-se no dia 22 de fevereiro.

Em nota distribuída, por e-mail, para cada um dos cadastrados no estabelecimento, sejam docentes, discentes ou servidores, o conselho destaca ainda, sua determinação em cumprir, com autonomia, sua missão própria de ensino, pesquisa e extensão.

Os dirigentes acadêmicos entendem inexistir mecanismo seguro, eficaz e universal de imunização ao coronavírus, descartando a possibilidade de aulas presenciais ou outro tipo de atividade de campo.

Mas admitem a necessidade de retomar a regularidade do fluxo de oferta de componentes curriculares, respeitando as melhores condições de segurança sanitária, visando a formação discente.

Em relação às queixas de estudantes, devido à suposta baixa oferta de disciplinas, o Conselho admite a importância de ampliar o número de componentes obrigatórios e optativos a fim de garantir o bom funcionamento dos cursos.

Todos os professores estão convocados a trabalhar um mínimo de carga horária como forma de atender a esta demanda dos alunos a fim de cumprir o objetivo proposto pela universidade.

 

 

 

 

Redes Sociais


Fale Conosco

Preencha os campos abaixo, e assim que possível entraremos em contato
Enviando...
Mariani 24h © Copyright 2021