O presidente do Supremo Tribunal Federal, Luiz Fux, determinou a exoneração do secretário de serviços integrados de saúde da Corte, Marco Polo Dias Freitas. De acordo com o ministro, o secretário solicitou à Fiocruz uma reserva de sete mil vacinas contra a Covid-19 para ministros e servidores do STF, sem o seu consentimento, furando a fila de prioridades da vacinação.

“Sempre fui contra privilégios", afirmou Fux. Durante entrevista à TV Justiça na semana passada, o ministro disse que a imunização dos servidores do tribunal só aconteceria após os grupos prioritários.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Redes Sociais


Fale Conosco

Preencha os campos abaixo, e assim que possível entraremos em contato
Enviando...
Mariani 24h © Copyright 2021