O INSS avalia adiar mais uma vez a exigência da realização da prova de vida para a manutenção de benefícios. Desde o início da pandemia de Covid-19, em março do ano passado, o órgão vem prorrogando a retomada da obrigatoriedade do recadastramento anual da senha bancária para o recebimento dos pagamentos.

No último adiamento, anunciado em novembro de 2020, o instituto previa que só voltaria a suspender benefícios após a competência de janeiro de 2021.

Os altos índices de ocupação da rede hospitalar por pacientes infectados pelo coronavírus, porém, deverão obrigar o órgão a rever esses planos. O presidente do INSS, Leonardo Rolim, estaria discutindo a possibilidade de um novo adiamento com superintendentes regionais.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Redes Sociais


Fale Conosco

Preencha os campos abaixo, e assim que possível entraremos em contato
Enviando...
Mariani 24h © Copyright 2021