Após ter enviado caminhões carregados de cilindros de oxigênio, o governo da Venezuela ofereceu 107 médicos formados pela Escola Latino-Americana de Medicina de Caracas para auxiliar na crise em Manaus. A medida foi ordenada pelo presidente Nicolás Maduro.

Em publicação no Twitter, o ministro das Relações Exteriores do país, Jorge Arreaza, afirmou que os profissionais já compareceram ao consulado venezuelano em Boa Vista, no estado de Roraima, para oferecer seu apoio.

“107 médicos residentes no Brasil estão à inteira disposição para prestar o apoio que seja necessário para nessa luta contra o coronavírus e a favor da vida humana”, afirmou na publicação.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Redes Sociais


Fale Conosco

Preencha os campos abaixo, e assim que possível entraremos em contato
Enviando...
Mariani 24h © Copyright 2021