Um grupo de pais, professores e trabalhadores do transporte escolar fizeram uma manifestação em Salvador, neste sábado (16), pela volta às aulas. A ação foi desenvolvida em caráter nacional, e tem por objetivo pressionar as autoridades públicas para que autorizem a reabertura desses espaços. Um novo protesto está marcado para a segunda-feira (18), quando prefeitura e governo vão discutir a data do retorno.

Em Salvador, a concentração aconteceu no estacionamento da Secretaria Estadual da Educação, no Centro Administrativo da Bahia (CAB). Com faixas e cartazes, os manifestantes cobraram mais agilidade no processo de retomada das aulas. O presidente da Associação Baiana dos Educadores da Educação Infantil e Afins (Abeia), Bruno Sepúlveda, contou que o desemprego tem crescido entre a categoria.

“Várias escolas já fecharam as portas e outras mais vão fechar até março. Isso vai alterar também o valor das mensalidades por conta da lei da oferta e da procura. O efeito do desemprego é muito grande, são mais de 10 mil trabalhadores desempregados. 

 

 

 

 

 

Redes Sociais


Fale Conosco

Preencha os campos abaixo, e assim que possível entraremos em contato
Enviando...
Mariani 24h © Copyright 2021