Os agentes de combate às endemias da Secretaria Municipal da Saúde (SMS) vão atuar nesta quarta (27) e quinta-feira (28), na retirada de 650 armadilhas contra o Aedes aegypti. O material foi colocado em diversos bairros dos Distritos Sanitários de São Caetano, Brotas e Subúrbio Ferroviário, em Salvador.

 A mobilização acontece a partir das 7h30. A ação permite que o Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) realize um levantamento apurado para analisar a infestação do mosquito e evitar a proliferação de doenças na cidade, com atividades preventivas como a visita domiciliar para eliminar e tratar os focos. 

  “Nossos agentes de combate às endemias vão verificar, no intervalo de sete dias, a existência do mosquito Aedes, visando analisar o percentual de positividade e a quantidade de ovos do mosquitos nas localidades onde estão instaladas estas armadilhas. O CCZ segue uma programação para instalar esse material em todas as regiões da cidade”, explicou a subgerente de arboviroses do CCZ, Cristina Guimarães.

 Na capital baiana, houve uma redução de 96% nos casos notificados de dengue, em seguida de 94% nas ocorrências de chikugunya e 91% para zika. Os dados correspondem ao mês de janeiro de 2020, comparado com 2021.

 “Nesse período de verão, em especial, quando as chuvas acontecem de forma rápida e o calor é constante, a eclosão dos ovos e formação das larvas ocorre de forma mais rápida. Qualquer inservível jogado ao chão pode servir como criadouro do mosquito. Por isso, é importante a parceria da população em contribuir com o trabalho do CCZ para a redução do índice de infestação em nossa cidade”, alertou Cristina.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Redes Sociais


Fale Conosco

Preencha os campos abaixo, e assim que possível entraremos em contato
Enviando...
Mariani 24h © Copyright 2021