O presidente da Câmara Municipal de Salvador, Geraldo Júnior (MDB), defende o retorno às aulas nas redes públicas e privadas de ensino na Bahia e em Salvador, com a alternância de aulas presenciais, ambiente online e conteúdos via transmissão em canais de televisão.

No último sábado, 6, Governo do Estado decidiu prorrogar até o dia 14 de fevereiro o decreto que suspende shows e aulas nas unidades de ensino das redes pública e privada em toda a Bahia. Segundo Rui, a Secretaria de Educação do Estado vai criar um protocolo único de educação e saúde para o retorno às aulas.

“Tudo tem o seu tempo e chegou o momento de debatermos a questão da volta às aulas de forma presencial. Defendo, para o início do ano letivo, o modelo híbrido que alterna a presença física e a participação do aluno via digital", afirmou o presidente do Legislativo de Salvador.

Ele defende controles rígidos de distanciamento, uso de álcool gel e máscaras. E também esquemas de rodízio de turnos entre determinadas séries. Segundo ele, umas das prioridades da volta às aulas é o monitoramento rígido se ocorrerá impacto no contágio de Covid-19 em alunos, professores e funcionários dos colégios.

 

 

 

 

Redes Sociais


Fale Conosco

Preencha os campos abaixo, e assim que possível entraremos em contato
Enviando...
Mariani 24h © Copyright 2021