A Polícia Civil do Rio de Janeiro encontrou sangue e esperma na roupa do dançarino e MC, Maylon, que acusa o cantor Anderson, do grupo Molejo, de estupro. O cantor confirmou que se envolveu sexualmente com o dançarino, mas negou a acusação de estupro.

Ainda de acordo com a polícia, os funcionários do motel serão ouvidos durante esta semana. 

Relembre o caso

Segundo relatado à polícia, Anderson seria empresário da vítima, que tenta carreira de MC, e teria chamado o jovem para uma conversa em particular. Antes de chegar ao local, o vocalista teria dito que pararia o carro para que eles pudessem comer, mas em vez disso, o ludibriou a entrar em um hotel.

Ao chegar ao quarto, o cantor teria tirado as roupas e teria dado dois tapas na cara do jovem, que chorava e dizia ainda ser virgem. Ainda segundo relato à polícia, o rapaz afirmou que o cantor teria tomado seu celular e o teria desligado. Em seguida, o cantor o teria violentado sexualmente, sem usar camisinha.

 

 

 

 

 

Redes Sociais


Fale Conosco

Preencha os campos abaixo, e assim que possível entraremos em contato
Enviando...
Mariani 24h © Copyright 2021