O crescimento exponencial do número de casos e de mortes causadas pelo novo coronavírus registrado na Bahia nos últimos dias motivou o Ministério Público do Trabalho (MPT) a suspender todas as atividades presenciais em suas unidades no estado. A medida já está em vigor e valerá por 30 dias.

Todas as atividades realizadas pelo MPT permanecerão sendo feitas por meios virtuais. Um grupo de trabalho formado pelo médico do trabalho do órgão na Bahia, por servidores e procuradores e coordenado pelo procurador-chefe, Luís Carneiro, vai acompanhar a evolução dos fatos para reavaliar a medida dentro dos próximos 15 dias.

Denúncias e pedidos de mediação continuarão a ser recebidos pelo órgão em sua página na internet. Audiências extrajudiciais também seguem sendo realizadas por plataformas de videoconferência. Os servidores, procuradores e estagiários também permanecem trabalhando remotamente, para garantir o andamento de inquéritos, ações promocionais e processos judiciais.

 

 

 

 

 

 

Redes Sociais


Fale Conosco

Preencha os campos abaixo, e assim que possível entraremos em contato
Enviando...
Mariani 24h © Copyright 2021