O prefeito de Salvador, Bruno Reis (DEM), anunciou na manhã deste sábado (27) que a capital terá um novo hospital de campanha, onde serão ofertados 10 leitos de UTI e 40 leitos clínicos para tratamento de Covid-19. A previsão é que o espaço seja inaugurado em até 15 dias. A operação, no entanto, dependerá da chegada de insumos a serem fornecidos por empresas privadas.

O equipamento funcionará no ginásio do Centro de Iniciação ao Esporte, no bairro de Itapuã.

“Temos uma estrutura física montada aqui que permite a implantação de um hospital. Temos cobertura, banheiros, alas administrativas e tudo isso diminui o custo em relação a montagem de uma tenda”, disse Bruno Reis durante uma coletiva virtual ao lado do secretário municipal de Saúde, Leo Prates.

“No auge da primeira onda, esse número era de 228 leitos de UTI. Ao final da montagem desse hospital de campanha, teremos um total de 256 leitos de UTI em toda a cidade”, acrescentou.

O anúncio do novo hospital de campanha ocorre no momento em que tanto a rede pública quanto o sistema de saúde privado têm mais de 80% das UTIs lotadas, sob risco iminente de colapso.

Nesta manhã, ao menos 64 pacientes aguardavam transferência das UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) para hospitais, de acordo com o prefeito.

Nas últimas 24 horas, o município conseguiu regular 71 pacientes, ante 72 doentes na quinta-feira (25).

Ao cenário dramático nas unidades de saúde soma-se o crescimento exponencial no número de óbitos por Covid-19. O boletim epidemiológico mais recente contabiliza 137 mortes notificadas em um intervalo de 24 horas, uma marca recorde desde o início da pandemia .

 

 

 

 

Redes Sociais


Fale Conosco

Preencha os campos abaixo, e assim que possível entraremos em contato
Enviando...
Mariani 24h © Copyright 2021