O Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) divulgou uma carta nesta segunda-feira (1º) no qual recomenda a adoção de medidas restritivas mais duras a nível nacional para impedir o colapso no sistema de saúde. As informações são do jornal Folha de São Paulo.

O documento assinado pelos secretários pedem toque de recolher em todo o país das 20h às 6h, suspensão das aulas presenciais e lockdown nos locais onde a taxa de ocupação nos leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) esteja acima de 85%. No texto, os gestores também destacam a ausência de coordenação nacional no combate à pandemia.

Além disso, o Conass pede que seja considerada a possibilidade de fechamento de aeroportos e do transporte interestadual, e a adoção de ações para reduzir a superlotação no transporte público. Em outro trecho do documento, os gestores pedem que haja o reconhecimento da situação de emergência, que deixou de valer em dezembro em dezembro, o que viabilizaria mais recursos para o SUS.

 

 

 

 

 

 

Redes Sociais


Fale Conosco

Preencha os campos abaixo, e assim que possível entraremos em contato
Enviando...
Mariani 24h © Copyright 2021