O pedido de autorização para o uso emergencial ou registro sanitário para a vacina Sputnik V ainda não foi entregue. Segundo a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, em ofício, juntado ao processo que tramita no Supremo Tribunal Federal (STF) e que teve análise suspensa pelo órgão (relembre aqui), o requerimento ainda não foi feito pela União Química. O documento foi juntado no último sábado (27).

"A Anvisa tem adotado diversas ações para promover a devida e célere regularização sanitária de produtos e serviços para auxiliar o combate à covid-19. Até a presente data não há nova atualização do processo devolvido à empresa, nem solicitação de novo processo de Autorização de Uso Emergencial ou Registro Sanitário para a Vacina Sputnik V aguardando avaliação da Anvisa", diz trecho do relatório anexado na ação.

A Anvisa ainda pontua que duas reuniões foram promovidas para alinhar pendências da vacina russa. Uma em janeiro e outra em fevereiro de 2021. No dia 25 de janeiro, na reunião técnica, "a equipe técnica da Anvisa detalhou para a empresa quais informações devem ser apresentadas pela União Química para dar seguimento ao pedido de anuência de condução de ensaios fase 3 no Brasil". 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Redes Sociais


Fale Conosco

Preencha os campos abaixo, e assim que possível entraremos em contato
Enviando...
Mariani 24h © Copyright 2021