Com o aumento acelerado de casos de coronavírus na Bahia, a Prefeitura de Salvador decidiu fazer uma série de recomendações para orientar as pessoas sobre como agir diante um diagnóstico de Covid-19. As sugestões são da infectologista Adielma Nizarala, da Secretaria Municipal de Saúde (SMS). Ela foi a responsável pelas dicas que abrangem tanto o momento da infecção quanto o período de recuperação do indivíduo. Veja abaixo:

 - Quem recebeu o diagnóstico e está sem sintomas deve fazer o isolamento domiciliar e utilizar a máscara. Se morar com outras pessoas, o ideal é se isolar em determinado cômodo da casa, mas, se isso não for possível, o indivíduo deve manter o uso de máscara junto a seus familiares;

- Quando o paciente apresenta sintomas leves, como coriza, dor de cabeça e febre baixa, deve procurar uma unidade de atenção primária, a exemplo das Unidades Básicas de Saúde (UBSs). Se os sintomas forem graves, o local indicado para o atendimento são as Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e os gripários, construídos justamente para atender pessoas com sintomas das síndromes virais;

- Para todos os infectados, sintomáticos ou assintomáticos, uma recomendação geral é se hidratar e se alimentar bem, além de evitar bebidas alcoólicas para ajudar o corpo a combater o vírus. A infectologista alerta ainda a não utilizar suplementos dietéticos, a exemplo de vitaminas C e D, ou qualquer outro medicamento sem a recomendação de um profissional de saúde, pois eles não ajudam a evitar ou melhorar os sintomas da doença;

- Para os indivíduos com suspeita de Covid-19, Adielma sugere que não façam o teste logo no primeiro dia de sintoma para que não haja um falso negativo. “Espera completar as 72 horas. Se possível, para que não haja dúvidas, faça o teste no quarto dia de manhã. Eu digo isso porque às vezes a pessoa começa a ter os sintomas à noite e no terceiro dia de manhã já quer fazer o RT-PCR. No entanto, nesse caso, as 72 horas de sintomatologia ainda não terão sido completadas”, pontua.

- Quanto à retomada, Adielma explica que ela deve ocorrer no 14º dia de apresentação dos sintomas da doença, mas sem abrir mão das medidas de precaução.

Até o momento, a Secretaria Municipal de Saúde já realizou mais de 325 mil testes de diferentes tipos para a detecção da doença. Eles podem ser realizados em postos de saúde, nas UPAs e em pontos estratégicos dos bairros que contam com medidas regionalizadas complementares:  Pituba (Praça Ana Lúcia Magalhães), Brotas (final de linha), Itapuã (USF do bairro), São Marcos (Escola Municipal Clériston Andrade), Fazenda Grande do Retiro (Final de Linha) e Pernambués (Escola Municipal Hildete Bahia).

Números contabilizados até a manhã desta quinta-feira (4) indicam que Salvador tem 150.526 casos de coronavírus, sendo 144.410 deles de pessoas já recuperadas. Desde o início da pandemia, a capital registra 3.804 mortes pela doença.

 

 

 

 

Redes Sociais


Fale Conosco

Preencha os campos abaixo, e assim que possível entraremos em contato
Enviando...
Mariani 24h © Copyright 2021