O governo de Portugal vai exigir, a partir deste domingo (7), teste negativo para Covid-19 de passageiros que voam indiretamente (com escala em outra nações) para o país, vindos do Brasil ou do Reino Unido. O exame deverá ser feito até 72 horas antes.

Além disso, esses passageiros deverão cumprir quarentena de 14 dias, no domicílio ou em local indicado pelas autoridades de saúde portuguesas.

As novas medidas, publicadas no Diário da República de Portugal nessa sexta-feira (5), são destinadas apenas a passageiros que saíram do Brasil ou Reino Unido e fizeram escalas em países com destino autorizado a Portugal. A ação visa regular atalho usado por passageiros que fazem paradas em outras nações.

Leia o documento:

“As companhias aéreas têm de remeter às autoridades de saúde a listagem dos passageiros cujo trânsito com proveniência do Reino Unido ou do Brasil é do seu conhecimento”, informou o governo português, em nota.

“Por outro lado, o Serviço de Estrangeiros e Fronteiras verifica o país onde os passageiros realizaram o teste molecular por RT-PCR e, confirmando-se ser no Reino Unido ou no Brasil, remetem essa informação às autoridades de saúde”, prosseguiu o comunicado.

Voos diretos com origem ou destino no Brasil ou Reino Unido estão suspensos, pelo menos, até às 23h59 do dia 16 de março deste ano. Neste caso, as exceções se dão a voos humanitários e de repatriamento.

Variantes do novo coronavírus potencialmente mais transmissíveis foram identificadas inicialmente no Reino Unido e no Brasil, o que alertou autoridades de Portugal a restringir fronteiras.

Plataforma do Ministério da Saúde de Portugal indica que, até essa sexta-feira, 16.486 pessoas morreram em decorrência da doença no país. Além disso, há 808.405 diagnósticos positivos para o novo coronavírus.

 

 

 

 

Redes Sociais


Fale Conosco

Preencha os campos abaixo, e assim que possível entraremos em contato
Enviando...
Mariani 24h © Copyright 2021