Uma estrutura montada de forma pioneira pela Prefeitura de Salvador deve ser replicada em outras cidades do país. As tendas de suporte ventilatório instaladas em anexo às Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) de Valéria e Barris asseguram assistência avançada à vida aos pacientes Covid-19 em estado grave.

A estrutura de leitos instalados nessas unidades é semelhante aos de terapia intensiva (UTI). Cerca de R$700 mil são investidos mensalmente com recursos próprios da Prefeitura para operacionalização das tendas. Até o momento, 87 pacientes foram acolhidos nas duas unidades implantadas na capital baiana.

“Já recebemos o contato de diversos secretários de saúde espalhados pelo país que têm o desejo de replicar esse modelo em suas respectivas cidades. É Salvador mais uma vez exportando tecnologia assistencial nessa pandemia”, destacou o secretário municipal da Saúde (SMS), Leo Prates.

Estrutura – Cada tenda de suporte ventilatório conta com dez leitos. As unidades funcionam sob demanda regulada, 24 horas todos os dias da semana, e está apta para receber pessoas que estão em atendimento na sala vermelha do gripário, na UPA ou no Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), dispondo de atendimento qualificado para quem precisa receber reforço de oxigênio ou intubação. 

Em média, 70 profissionais entre médicos diaristas, médicos plantonistas, enfermeiros, fisioterapeutas na modalidade intensivista. Além disso, conta com assistente social, farmacêutico, nutricionista, coordenador de enfermagem, coordenador médico, supervisor administrativo, técnico de enfermagem, técnico de radiologia e demais trabalhadores da saúde.

O serviço possui ampla variedade de equipamentos médico hospitalares, mobiliários e insumos condizentes com a necessidade da assistência semelhante aos leitos de UTI.

 

 

 

 

Redes Sociais


Fale Conosco

Preencha os campos abaixo, e assim que possível entraremos em contato
Enviando...
Mariani 24h © Copyright 2021