O sistema metroviário de Salvador e Lauro de Freitas adotou uma nova tecnologia para a desinfecção dos 40 vagões que transportam os usuários diariamente. A novidade consiste na aplicação de uma névoa seca com resistência para eliminar microorganismos como o novo coronavírus num período de até 72 horas. Embora o tempo de duração da proteção seja longo, o produto é aplicado todos os dias nas quatro estações de transbordo do metrô entre uma viagem e outra.

Segundo o coordenador de tráfego da CCR Metrô Bahia, Rodrigo Oliveira, o produto aplicado é hipoalergênico, não é tóxico e nem agride a natureza. A aplicação da névoa seca leva em média cinco minutos, sendo dois para a aplicação e mais três para que o produto se dissipe no ar. “Essa é uma inovação que a CCR trouxe para Salvador e para complementar o processo de limpeza diário que já é realizado. A desinfecção consiste na aplicação de um a névoa, que é um produto natural, que se dissipa por todo o ambiente e que tem um poder de penetração muito alto. A névoa chega a locais que um pano, por exemplo, não alcança. O produto adere às superfícies e mata o novo coronavírus, germes e outras bactérias”.

 

 

 

 

 

 

 

Redes Sociais


Fale Conosco

Preencha os campos abaixo, e assim que possível entraremos em contato
Enviando...
Mariani 24h © Copyright 2021