A saída da Ford de Camaçari, no início do ano, foi uma surpresa para os fornecedores da montadora. A prefeitura estima que 12 mil pessoas perderão seus empregos, só a Ford, junto a seus fornecedores, demitirá 7,5 mil funcionários diretos.

Waldeck Ornelas (DEM), ex-senador pela Bahia, disse que a saída da companhia pesa mais para Camaçari do que a de qualquer outra empresa. Isso se dá devido a geração de empregos para locais pela Ford.

Apesar do polo petroquímico de Camaçari, da produtora de resinas Braskem, ser responsável por maior parte do Produto Interno Bruto (PIB) local – mais ou menos R$ 24 bilhões, de acordo com o IBGE-, o destaque no que se refere aos empregos era da cadeia automotiva.

O secretário de Administração,  acredita que as demissões irão retirar cerca de R$ 10 milhões de circulação do comércio. Despesas fixas como contas e aluguel não estão inclusas no cálculo. “Parece pouco, mas, para uma cidade como Camaçari, é uma pancada”, conclui.

 

 

 

 

 

 

Redes Sociais


Fale Conosco

Preencha os campos abaixo, e assim que possível entraremos em contato
Enviando...
Mariani 24h © Copyright 2021