Corona é a primeira marca de bebidas a se tornar neutra em resíduos plásticos em escala global

Cerveja da Ambev passa a recuperar e reciclar mais plástico do que coloca no mundo e lança Plastic Reality, ferramenta de Realidade Aumentada para que as pessoas visualizem o volume anual de lixo plástico, entendendo como reduzi-lo

Corona acaba de se tornar a primeira marca global de bebidas neutra em resíduos plásticos, o que significa que hoje a cerveja da Ambev recupera e recicla mais plástico do que coloca no mundo. Anunciado durante a Semana dos Oceanos, o avanço faz parte do objetivo da cerveja em ser líder em sustentabilidade em produtos de consumo embalados e é o mais recente de seus esforços de longa data para ajudar a proteger os oceanos e as praias do mundo da poluição por plástico.

A conquista acontece depois de uma extensa avaliação das operações globais de Corona de acordo com as Diretrizes Corporativas de Gestão de Plásticos 3RI da South Pole, consultoria internacional líder em soluções de sustentabilidade, medindo desde o uso restante de plástico da marca em todos os seus produtos até a revisão de sua logística e distribuição. O processo também seguiu o Padrão de Redução de Resíduos Plásticos da Verra Plastic, líder global no enfrentamento a desafios ambientais e sociais, para calcular o impacto das atividades de mitigação de plástico de Corona, incluindo um grande investimento no México Recicla, projeto e instalação de reciclagem no México.

"Como uma marca nascida na praia e profundamente conectada com a natureza, Corona tem a responsabilidade de fazer todo o possível para ser uma aliada do nosso meio ambiente e dos nossos oceanos", conta Felipe Ambra, Vice-Presidente Global de Marketing da Corona. "Mas não podemos fazer isso sozinhos, por isso criamos Plastic Reality (Realidade do Plástico), uma experiência de realidade aumentada que permite que as pessoas vejam seu consumo anual de plástico dentro de suas próprias casas. Visualizar nosso consumo de plástico de um ano inteiro na nossa própria sala é realmente revelador, então esperamos que isso possa inspirar as pessoas a reduzirem seu uso e reavaliarem seu impacto ao meio ambiente", completa.

Em Plastic Reality, os usuários têm acesso a uma estimativa de seu consumo anual de plástico depois de responderem a algumas perguntas básicas sobre seus hábitos. Essa pegada é visualizada por meio de pedaços de plástico introduzidos virtualmente no espaço físico. A ferramenta ainda abre um portal virtual para uma praia poluída e mostra os efeitos dessa poluição na natureza, a fim de motivar o público a agir. É possível participar da experiência gratuitamente em www.PlasticReality.com, selecionando sua região para visualizar o conteúdo em português.

"Corona está estabelecendo um alto padrão para a indústria. Seus esforços contínuos de redesenho de produto vão eliminar progressivamente o plástico de que não precisam e seu investimento no México Recicla vai até além do que é necessário para lidar com sua pegada plástica atual, o plástico que acaba se perdendo na natureza. Os parabenizamos por reduzir o uso de plástico e fortalecer a infraestrutura de coleta e reciclagem no México, sem a qual a visão de uma economia circular não seria possível ", comenta Irene Hofmeijer, Consultora Sênior para Plásticos na South Pole.

Na jornada para eliminar inteiramente seu consumo de plástico, uma das iniciativas de Corona é o Desafio Livre de Plástico (Corona Plastic-Free Challenge), que busca empreendedores de todo o mundo para ajudar a encontrar novas ideias ou tecnologias para reduzir ou eliminar o plástico restante da cadeia de abastecimento. Lançado em 2019 no Brasil, o projeto teve sua segunda edição anunciada em maio deste ano. "Saudamos esse primeiro e importante passo de Corona em direção à retirada do plástico de sua cadeia de fornecimento", comenta Richard Hill, CEO do movimento global Ocean Generation. "A neutralidade em resíduos plásticos demonstra o reconhecimento de Corona sobre a pegada de consumo deixada por seus produtos no planeta e a série de passos práticos que a marca está começando a adotar para que essa mitigação aconteça. Estamos ansiosos para trabalhar com Corona para alcançar seu objetivo final, que é não deixar nenhum plástico na natureza".

Até agora, Corona conduziu globalmente mais de 1,4 mil ações de limpeza, engajando 68 mil voluntários e coletando plástico de mais de 44 milhões de m² de praias. No Brasil, já foram mais de 25 limpezas desde 2019, limpando 1,2 milhão de m² de praias e recolhendo mais de 5,4 toneladas de lixo descartados de forma irregular na natureza. Em parceria com a Green Mining e a Precious Plastic, a cerveja ainda abriu em fevereiro deste ano as estações Protect Paradise, com dois containers instalados em Fernando de Noronha (PE) e Trancoso (BA) para coleta, reciclagem e transformação de plástico, cada uma com capacidade para processar até 1,5 tonelada de plástico por mês. Em maio, foi anunciada oficialmente como um dos patrocinadores de Voz dos Oceanos, a nova expedição dos velejadores da Família Schurmann que, durante dois anos, vai atuar para dar visibilidade à causa da poluição marítima, especialmente em decorrência do plástico. Também a partir de hoje, lança junto à marca carioca Levh Rio uma collab exclusiva de roupas femininas, que inova ao transformar plástico e redes de pesca em tecidos reciclados de alta qualidade.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Redes Sociais


Fale Conosco

Preencha os campos abaixo, e assim que possível entraremos em contato
Enviando...
Mariani 24h © Copyright 2021